Redes Sociais: 5 dicas para iniciantes divulgarem seus negócios

dissemos aqui que as Redes Sociais não são um bicho de 7 cabeças, mas também não é mamão com açúcar. Pode não parecer, mas a divulgação de um negócio nas redes sociais precisa de planejamento e estratégias específicas. É preciso direcionar as atividades para ter o alcance e o retorno desejados. Pensando nisso, reunimos aqui 5 dicas valiosas para quem está começando a divulgar seus produtos ou serviços nas redes sociais.

1. Escolha da rede social: não adianta atirar papa todos os lados e sair postando em todas as redes sociais disponíveis. Além de não haver estratégia para um público-alvo é praticamente inviável uma pessoa dar conta de tantos perfis. E quando isso acontece, acabada por não ter atualizações de conteúdo. É preciso avaliar bem onde os seus clientes estão e em quais redes interagem. O tipo de produto ou serviço que você oferece também ajuda a determinar onde investir seu tempo. Por exemplo, no ramo da gastronomia e maquiagem o Instagram é uma excelente ferramenta, pois são dois nichos onde a imagem é muito importante. Já se você quer atingir um público mais corporativo e empresarial o Linkedin pode ser uma ótima alternativa. E assim por diante. Sempre lembrando, também, que cada rede social tem sua linguagem e você deve ficar atento à isto, pois é a maneira com a qual você irá interagir com seus futuros clientes.

2. Perfil Pessoal X Perfil Empresa: aqui uma dica primordial, mas muita gente ainda não faz: separar a pessoa física da pessoa jurídica. Se já é assim fora do ambiente digital, porque lá seria diferente? Um perfil da sua empresa traz mais credibilidade ao seu negócio e os clientes o acharão muito mais facilmente. Uma página no facebook, por exemplo, bem estruturada, com todas as informações do seu negócio lhe conferem mais profissionalismo. É um meio de divulgar o seu trabalho sem interferir no seu perfil pessoal. Além disso, o perfil empresarial proporciona interação com o público, patrocínio de posts, anúncios e várias outras possibilidades.

Redes sociais: Todos os dias? É muito caro? O que escrever?

3. Frequência e presença: não adianta nada você ter o perfil da sua empresa nas redes sociais se não for atualizado com frequência. Isso não quer dizer que você precisa postar algo a cada meia hora. Até porque, se fosse assim, ou você trabalha ou fica na internet. Mas é bem importante ter presença e pensar num cronograma de postagens. Ninguém gosta de acessar um perfil desatualizado. Parece até que aquela empresa não existe mais ou dá a impressão de desleixo. Oferecendo conteúdo para o seu público, com uma certa frequência, ajuda na construção de uma autoridade na sua área de atuação e, assim, você pode se tornar uma referência.

4. Posts patrocinados: esta é uma ferramenta que traz retorno e não precisa, necessariamente, de um investimento muito alto. Porém, o que as pessoas podem não saber é que, para funcionar de forma efetiva, o post patrocinado deve ser bem configurado. Você precisa escolher a abrangência geográfica, as características do público-alvo e mais uma série de características importantes para direcionar o seu post. Assim você alcança o cliente mais rapidamente e com menos investimento. Quando mais específica for a configuração do seu público, mas eficaz será o resultado da divulgação.

5. Conteúdo abrangente: além de publicar posts referentes ao seu negócio é importante também compartilhar outros conteúdos relevantes que estejam relacionados a sua área de atuação. Não é muito legal empresas que só postam coisas a respeito de si mesmas, que só querem divulgar sua marca. Hoje em dia os clientes dão muito valor ao conteúdo. Por isso, ficar apenas se auto-promovendo é algo que causa uma certa antipatia aos olhos do público. Como alternativa, você pode compartilhar uma notícia, uma frase de motivação, um evento que seus seguidores podem se interessar e outras publicações relativas ao seu nicho. E falando em conteúdo, se você ainda não tem um blog, comece a considerar esta ideia e usar as suas redes sociais para gerar tráfego. Mas esse assunto é longo e fica para um próximo post.